V_Forum_ASAP_Saude_Publica

“Programa de Atenção Integral à Saúde (PAIS)” e “Inovação na Prevenção de Câncer de Colo de Útero em Saúde Pública” foram temas mediados pela Georgia Antony, Especialista em Desenvolvimento Industrial e Coordenação do Grupo de Trabalho da Indústria Sobre Saúde Suplementar – GTSS, e explorados pelo Dr. Mario Monteiro, Superintendente da Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e Dr. José Pedroso Neto, Coordenador do Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero em Indaiatuba, respectivamente.

Dr. Mario Monteiro, fala sobre a situação atual dos prontos-socorros no Brasil. Para ele, a população não conhece o sistema de saúde do seu próprio país, o SUS – Sistema Único de Saúde, o que acarreta em sua superlotação. Para ele, atualmente o paciente procura um pronto-socorro para trocar uma receita e tudo gira em torno do hospital. Porém, ele acredita que esse é um modelo que tende a ser mudado.

Como ponto de partida para as mudanças, Monteiro afirma que cabe ao gestor público criar opções para diminuir os problemas, sendo necessário investimentos em ações de promoção, prevenção e vigilância na atenção básica para gerar uma menor dependência dos hospitais, além de uma melhor distribuição da oferta dos mesmos no país. Segundo o Superintendente da SPDM, isso diminuiria custos e lotação nos hospitais.

Sobre as inovações na prevenção de câncer de colo de útero em saúde pública, Dr. José Pedroso Neto, apresenta dados deste tipo de câncer, que é a terceira maior causa de mortalidade feminina no país, utilizando a cidade de Indaiatuba como exemplo, onde coordenou seu projeto Ele avalia que a presença da tecnologia auxilia na prevenção da doença e lembra que hoje fazemos o exame através do meio digital enquanto no passado, ele era feito por lâminas de vidro que muitas vezes se quebravam ou eram perdidas. Além de uma maior tranquilidade, hoje a obtenção dos resultados passa de meses para semanas. Logo, um rastreamento organizado em municípios organizados, pode chegar a atingir uma cobertura de 80% ou mais da população.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR A PALESTRA COMPLETA

Clique aqui para conhecer melhor a ASAP  ou entre em contato com a gente através do e-mail admin@asapsaude.org.br